Mascotes que inspiram: como marcas usam mascotes para fazer o bem

Quando vemos mascotes de marcas imaginamos que é só uma figura bonitinha para atrair o público mais novo. Realmente, as personagens são muito populares entre os pequenos, mas seu poder de cativar atenção é em todas as idades. Mascotes podem inclusive ser usadas como ferramentas para gerar ação em ONGs, hospitais e outras entidades.

Quer entender exatamente de onde vem esse poder de conexão? Continue lendo esse artigo com tudo que você precisa saber sobre as mascotes de marcas!

Qual é o poder de mascotes de marcas no marketing?

Uma mascote é muito mais que um personagem bonitinho para representar sua marca em anúncios. Ele é uma ferramenta poderosa para fortalecer a identidade e reforçar seu alcance. Quando pessoas são expostas com frequência a uma mascote elas tendem a lembrar melhor da marca. Ou seja, elas também têm tendência maior de consumi-la mais tarde.

Não pense que tudo isso é simplesmente suposição de alguns profissionais de marketing! Um estudo de 2013 publicado no Journal of Marketing Management tentou entender qual é essa conexão mística que consumidores parecem ter com mascotes.

O segredo dessa relação está relacionada com a psicologia humana. Todos possuímos a tendência a nos relacionar mais com imagens que se assemelham à figura de uma pessoa, ou seja, algo semelhante a nós. Por isso, possuímos até partes do cérebro dedicadas a encontrar figuras humanas em tudo.

Por acaso você já viu um rosto nas nuvens, no pão ou em uma pintura abstrata? Esse era o motivo. É uma forma de entender nossos arredores melhor. Quando algo realmente se assemelha a uma pessoa fica muito mais fácil criar uma conexão emocional. E é isso que acontece com as mascotes.

Além disso, esses rostinhos fofos que falam por marcas criam uma personalidade com quem se conectar. É como um representante da marca capaz de atingir todas as faixas etárias e gêneros.

Como empresas usam mascotes para o marketing social?

Mascotes são eficientes para vender, isso já é comprovado. Empresas, como a Coca Cola, não abrem mão de uma boa personagem para suas propagandas e estratégias, criando uma conexão ainda mais forte com seu público. Mas não são só grandes companhias que aproveitam mascotes de marcas para obter benefícios.

ONGs, hospitais e outros tipos de entidades também aproveitam esses personagens para trabalhar o que chamamos de marketing social. Além de utilizá-los para gerar uma conexão emocional mais forte, essas empresas também aproveitam para estimular seu público a realizar uma ação benéfica para a comunidade.

Alguns hospitais, por exemplo, utilizam as mascotes para incentivar crianças a tomarem vacinas, passarem por consultas, entre outros. Assim, é possível evitar traumas e deixar esse público e seus pais muito mais tranquilos. Campanhas de vacinação ficam até mais rápidas dessa maneira!

Outras ONGs e empresas utilizam as mascotes como uma maneira de unir seu público e gerar conscientização para eventos e campanhas. A intenção é aproveitar a facilidade que esses personagens possuem em se comunicar com o público para gerar algum tipo de ação.

Podemos perceber facilmente que mascotes são parte essencial do crescimento de uma marca. Não importa se o seu objetivo é vender mais ou trazer apoiadores para uma causa, eles são fortes representantes. Aplicá-los corretamente em sua estratégia de marketing pode fazer toda a diferença!

Sua marca está pronta para aplicar essa estratégia em seu marketing promocional e colher excelentes resultados? Caso você nunca tenha considerado essa possibilidade está na hora de pensar a respeito!

Compartilhe este post

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook
Share on email